Domaining Europe 2014 com desconto de 50%

Recebi um email a informar que o evento Domaining Europe 2014 está programado para as datas de 8 de Maio a 10 de Maio, e no DNJournal.com estão a oferecer um cupão de desconto de 50% no preço do bilhete do evento. Este cupão faz com que 600€ passem a ser 300€, o que é bastante agradável! A página de registo para o evento é ESTA e o cupão de desconto é Valencia2014.

O Hotel escolhido para o evento é o Hotel Sorolla Palace, em Valência (logo Espanha), e os preços dos quartos são normais para o país em questão, 86€/noite com Pequeno-Almoço incluído.

Este é o primeiro Domaining Europe que vou presenciar, embora já o quisesse ter feito mas questões pessoais nunca o permitiram. É o 6º evento Domaining Europe e com a chegada de novas extensões é de prever muita movimentação em torno desse tópico. Tirando isso, é sempre uma excelente oportunidade de fazer networking com algumas das pessoas mais influentes do sector e sinceramente…daqui a Valência é num instante.

O artigo do DNJournal.com é ESTE e o site oficial do evento é ESTE.

Caso vá ao evento, avise!

João Mesquita

Update: aqui fica um cupão para o hotel: SERCODOMAINING

Os nossos leitores também viram:

  • Sem artigos relacionados

Sports.pt avaliado no DomainSherpa Portfolio Review – Nov 7, 2013

Para quem não sabe, o DomainSherpa Portfolio Review é um programa no site DomainSherpa.com que tem no seu painel alguns dos mais experientes domainers do mundo. Neste programa os domainers avaliam dominios submetidos por terceiros no que respeita ao valor, keywords, mercados, projectos possíveis e até as probabilidades de problemas com UDRP’s, que estes dominios submetidos possam ter.

Esta semana eu submeti o dominio Sports.pt para ter uma ideia da noção que as pessoas desta indústria têm da extensão .PT. Por essa razão não dei nenhuma pista do que seria um .pt, ou qual a ideia do registo. O dominio em si é claramente bom, mas a extensão é outra conversa. Depois de alguma frustração por pensar que o dominio já não seria avaliado, eis que o Mike Berkens fez referência ao mesmo e a partir daquele momento deu para perceber que o problema “lá fora” não é dizer que um dominio .pt é de Portugal, mas sim que ninguém associa .PT a Portugal.

Foi realmente extraordinário perceber que uma vez identificado o país de origem da extensão, a reacção passou de “Não é mau…mas isto é de onde?” para “…aaahhh então isso muda muita coisa e já passa a valer pelo menos 5 digitos.” As palavras não são minhas mas sim do painel que esta semana foi composto pelos domainers Adam Dicker, Mike Berkens e Page Howe, com o habitual Michael Cyger como apresentador.

Mas não ficou por aqui. O DomainSherpa também inclui uma avaliação de dominios que constam em listas de brokers ou de serviços dedicados a dominios a expirar. Esta semana a lista de dominios era da NameJet.com, um dos colossos desta indústria, e mais uma vez houve uma referência ao facto ser preferível ter o Sports Portugal (como lhe chamaram) a muitos dos dominios lá listados.

É óbvio que este tipo de avaliação não se aplica a todos os .pt’s, mas é bom saber que a percepção da marca “Portugal” faz aumentar o valor de um .pt. Falta agora o trabalho de criar esta ligação entre extensão e país. Temos todos a ganhar com isso, desde a própria DNS.pt, passando pelos registrars até nós domainers.

Caso pensem ter algo a dizer sobre este assunto, podem e devem deixar um  comentário no site DomainSherpa.com

Eu inseri o vídeo completo neste post, mas caso queira ver logo a avaliação ao dominio pode saltar para o minuto 45.

Os nossos leitores também viram:

  • Sem artigos relacionados

T.R.A.F.F.I.C. – O debate sobre as novas extensões Parte II

Na maior convenção de Domaining, T.R.A.F.F.I.C., desta vez na Flórida, foi feito um debate com pessoas bastante influentes no sector que vale MESMO a pena ver. Se não sabe o que é esta convenção, meu caro leitor só lhe posso dizer por experiência própria que é onde você como Domainer quer estar.

O debate tem duas partes e eis a última. Esta discussão reúne pessoas que estão diretamente ligadas a empresas que vão lançar novas extensões, bem como, pessoas que (ainda) não acreditam no sucesso das extensões. A equipa que das novas extensões foi apelidada de “Team Schilling” e é composta por Frank Schilling, Monte Cahn, Jeff Saas, and Tim Johnson. A equipa “oponente” dá pelo nome de “Team Schwartz” e tem no seu elenco Rick Schwartz e Lonnie Borck.

Happy video!

Joao Mesquita

Os nossos leitores também viram:

T.R.A.F.F.I.C. – O debate sobre as novas extensões Parte I

Já muito foi dito por toda a internet sobre as novas extensões. Se são bons investimentos, se vão falir, se vão isto, se vão aquilo.

Na maior convenção de Domaining, T.R.A.F.F.I.C., desta vez na Flórida, foi feito um debate com pessoas bastante influentes no sector que vale MESMO a pena ver. Se não sabe o que é esta convenção, meu caro leitor só lhe posso dizer por experiência própria que é onde você como Domainer quer estar.

O debate tem duas partes, mas só uma foi publicada por isso aguarde pela próxima. Esta discussão reúne pessoas que estão diretamente ligadas a empresas que vão lançar novas extensões, bem como, pessoas que (ainda) não acreditam no sucesso das extensões. A equipa que das novas extensões foi apelidada de “Team Schilling” e é composta por Frank Schilling, Monte Cahn, Jeff Saas, and Tim Johnson. A equipa “oponente” dá pelo nome de “Team Schwartz” e tem no seu elenco Rick Schwartz e Lonnie Borck.

São 40 minutos de conversa produtiva e inclui um inquérito feito na rua a comerciantes locais, conduzido por Howard Neu. Veja o que o comum mortal sabe sobre as novas extensões. Eu já fiz este teste por cá e tive os mesmos resultados. Não é nada difícil fazer isto. Vá a qualquer loja e pergunte.

Aaaaahhhhhh já tenho saudades do T.R.A.F.F.I.C.

Happy video!

Joao Mesquita

Os nossos leitores também viram:

DNS.pt quer 1 milhão de registos até 2014

A entidade gestora para a extensão .pt (e outras sob .pt), a DNS.pt, divulgou o seu Plano de Atividades e Orçamento para 2013 – 2016. Para quem foi ao eShow em Lisboa há uns dias atrás, foi-lhe facultado este plano, mas para quem não foi pode sempre consultar este documento clicando neste Link.

O documento contém um objectivo muito interessante que se baseia no facto de a DNS.pt querer atingir a marca de 1 Milhão de registos de domínios .pt já em 2014.  Pelo menos é assim que interpreto as seguintes linhas que passo a citar: “…o maior desafio interno passará pela ampla divulgação do serviço de registo de domínios de .pt, contribuindo para o seu crescimento sustentado. A meta de chegar em 2014 a 1 milhão de domínios registados será pois o grande e ambicioso objetivo a concretizar…”. Honestamente fico com a impressão que só se refere à .pt e não à org.pt e outras.

Neste plano também está contemplado o aumento de Registrars com o agilizar de processos na criação dos mesmos. É provável que ao mesmo tempo sejam feitas regras mais orientadas para a qualidade em defesa do consumidor.

Também existe a promessa de apoio da DNS.pt a iniciativas de promoção da extensão e da utilização da internet em Portugal. Se não estou em erro, este apoio será feito em forma de patrocínio e será curioso ver o tipo de projetos apoiados, sendo que um deles será o apoio a “…iniciativas nacionais de promoção da participação da mulher portuguesa em atividades na área das tecnologias de informação…”. Dentro deste quadro vão existir “…concursos, fóruns de ideias, desenvolvimento de plataformas, ou outras atividades…”.

Existe no horizonte um novo site para a DNS.pt, mais user friendly e informal, bem como, uma maior dinamização de relações bilaterais com a comunidade internauta, utilizando para isso o próprio site e as redes sociais.

Neste documento existe também a parte orçamental que aparenta prever a contratação de staff, já que no ponto “Remunerações e outros gastos com pessoal” passa de 314.023€ em 2013, para 674.095€ já em 2014. 2015 terá 680.797€ e em 2016 o orçamento será de 689.517€. Caso seja essa a ideia, prepare o seu CV.

É um documento interessante para aqueles que seguem a extensão .pt, mas talvez o objetivo de ter 1 milhão de registos já em 2014 seja demasiado otimista na atual situação do país. Se for atingido… YAY.pt!

Bom fim de semana.

 

Joao Mesquita

Os nossos leitores também viram:

A leiloeira Heritage lança primeiro leilão de domínios

A casa mundialmente conhecida de leilões, Heritage, vai lançar o seu primeiro leilão dedicado a domínios de internet. Este leilão histórico, de acordo com a newsletter que recebi, está marcado para 21 de Novembro e conta com domínios realmente interessantes, tais como:

OJX.com
Animation.com
AIE.com
DVDs.com
Numismatics.com
NL.com (mais Centraal do que isto não há!)
MutualFunds.com
Suit.com

Entre outros que podem ver através deste link.

É um leilão que me parece determinante para que o Domaining fique cada vez mais mainstream e socialmente aceite, coisa que ainda hoje neste século em que a internet é O media, é visto como algo de criminoso porque não registaram o domínio que queriam primeiro…

Só posso dar os parabéns ao Aron Meystedt, o homem que detém o domínio Symbolics.com, por ter criado esta secção dentro da Heritage.

Espero que outras casas de leilões sigam o exemplo.

Joao Mesquita

Os nossos leitores também viram:

Sucesso.pt – Um programa sem dominio

Eu gosto mesmo muito de programas que tenham como principal objectivo divulgar noticias positivas. É daquelas coisas que me conseguem colar ao sofá, mas nem tudo são rosas.

A SIC Noticias, canal de televisão com uma excelente reputação, tem um programa destes que dá pelo nome de “Sucesso.pt”. O nome é fantástico e faz todo o sentido, já que o conteúdo do programa se foca em casos de sucesso em Portugal, apesar de toda a gripe gerada pelo vírus HNtroika. O programa simboliza tudo o que faz o país crescer. Empreendedorismo ao serviço do país…diria.

O problema deste programa é a horrível estratégia de naming adoptada por alguém que sinceramente não devia estar nos seus melhores dias. O nome do programa é Sucesso.pt e a SIC Noticias não tem o domínio…Sucesso.pt, aliás eu descobri isto porque visitei o dominio na esperança de ver programas antigos e fazer um catch-up à coisa. Foi uma busca sem glória porque o dominio Sucesso.pt é um site de classificados de emprego. GO FIGURE!!!

O programa até se podia chamar Sucesso Portugal ou Sucesso PT, mas o ponto estraga tudo. Bem vistas as coisas, não estraga nada a vida ao titular do dominio que deve estar bastante contente por isto. Até parece que a SIC não tinha uns trocos para comprar um excelente dominio que é publicitado sempre que anunciam o programa, bem como é divulgado pelo apresentador de cada vez que diz “Sucesso.pt”.

Quanto tráfego type-in é DADO pelo programa ao dominio em questão? Comprem lá o dominio e façam um site com sucesso.

Já agora fica aqui um vídeo do programa. Espero que goste:

Joao Mesquita

 

O crédito da imagem vai todo para a SIC Noticias.

Os nossos leitores também viram:

  • Sem artigos relacionados

Vendas Lusófonas 9/16/13 – 9/22/13

Vamos às vendas que directa ou indirectamente estão ligadas ao maravilhoso mundo da lusofonia!

Afternic.com

credo.com – $75,000
multivalores.com – $3,288
casar.com – $2,588 (eu não percebo o valor desta venda)
ptcapital.com – $1,800
asmulheres.com – $1,575
detem.com – $1,088

Sedo.com

meuseguro.com – $2800

 

É impressão minha ou a Afternic está já a algum tempo a ser um melhor local para venda de dominios em português, do que a Sedo? O mais estranho disto tudo é que a Sedo apresentou com muita pompa o seu site em português brasileiro, mas resultados práticos não se têm visto muito. O mercado ainda está verde?

O mais estranho na Sedo é a visível falta de tacto cultural, senão vejamos, eu acedo ao dominio Sedo.pt e a opção de pesquisa é…com.br! O.o Era difícil apresentarem a .pt?

Joao Mesquita

Fonte: TheDomains.com

Os nossos leitores também viram:

  • Sem artigos relacionados

Western Union e MasterCard, Truncation e Generic Branding

Olá e viva o Sábado!

Quem segue a Liga dos Campeões e a Liga Europa, talvez tenha notado nos seus patrocinadores, a Western Union e a MasterCard. São 90+ minutos de jogo em que a nossa mente consome a publicidade no estádio, por isso é bem provável que se lembre destas duas empresas.

Mas, você não viu nem westernunion.com, nem mastercard.com a passar constantemente pelos seus olhos. Nada disso. O que você e outros tantos milhões de espectadores viram foi um exemplo de truncation e outro de generic branding.

Caso ainda não se lembre, fica aqui a nota:

A Western Union gastou milhões para anunciar o domínio WU.com, um claro exemplo de truncation (westernunion.com passa apenas a ser wu.com) e para os ainda cépticos, fica aqui a questão: porque é que uma empresa como a Western Union iria gastar milhões a anunciar um domínio que não é a sua marca, se não lhes fosse rentável? Para o ajudar na resposta, fica aqui uma dica…o domínio WU.com faz um forward para o westernunion.com.

A MasterCard gastou outros tantos milhões para anunciar o domínio Priceless.com, este sendo um exemplo fantástico de generic branding para um segmento dos seus serviços que ainda estão a ser lançados em vários países. O domínio Priceless.com vende experiências e é um genérico fabuloso. Faço-lhe novamente a pergunta: porque é que uma empresa como a MasterCard iria gastar milhões a anunciar um domínio que não é a sua marca, se não lhes fosse rentável? Priceless=MasterCard???

Ainda está com um domínio que só você e o seu “informático” acham engraçado, mas que não diz nada aos seus clientes? Continua a cair no erro de pensar que um domínio é apenas aquela “coisa” depois do www?

Aproveite as sugestões que lhe tenho deixado neste site. Acredite…este tipo de texto é Priceless.

Bom fim de semana!

Joao Mesquita

Os nossos leitores também viram: