Para se ter uma noção técnica do significado de um domínio de internet, recomendamos a leitura de um artigo publicado no site Wikipédia, que pode encontrar aqui.

Mas nem todos os utilizadores da internet têm noções técnicas e não precisam, por isso, deixamos aqui uma explicação mais fácil de ser entendida.

Um domínio de internet é como o endereço de sua casa ou do seu local de trabalho. No fundo é utilizado para que possamos encontrar locais do nosso interesse na internet, de uma forma mais fácil e cómoda.

Estas moradas podem ser formadas por palavras genéricas (ex. terminais, vinhos rose, etc), por marcas (ex. yay, 247, etc), por palavras sem lógica (diddcatjjsh) ou por typos (trminais, vinhos roses). O valor comercial das moradas será, obviamente, determinado pela fácil memorização e/ou na formação das palavras genéricas relevantes.

Todas as moradas têm ligação a um país, cidade, vila, etc, ou até mesmo a um local mundialmente neutro (chamemos-lhe “Suiça”). Na temática dos domínios, esta localização tem como definição “extensão”. Neste sentido existem vários tipos de extensões (países) e até mesmo sub-extensões (cidades/vilas/etc.). Mas não esquecer que também existe a “Suiça”!

Desta forma, um exemplo de:

– um país seria a extensão .PT ou .BR;

– uma cidade/vila/etc, seria a extensão .COM.PT ou .COM.BR;

– um local neutro (“Suiça”), seria a extensão .COM ou .NET

Como em tudo, existe uma hierarquia no valor comercial de cada extensão, até porque seguindo a lógica dos países, pode-se afirmar que os EUA são mais valiosos que o Quénia.

Temos uma percepção da hierarquia, embora para muitas pessoas seja objecto de contestação, baseada na história da internet. Acreditamos que cada um terá a sua, mas fica aqui o nosso Top 6:

1º- .COM (a “rainha” das extensões e a palavra mais utilizada comercialmente em TODO o mundo);

2º- .O seu país (exemplo: .PT; .CO; .DE; etc);

3º- .A sua cidade (apenasno caso de o seu país restringir o uso da sua extensão principal. O melhor exemplo é a extensão .COM.BR)

4º- .NET

5º- .ORG;

6º- todas as outras extensões.

Para concluir, e seguindo a lógica do endereço, resta-nos explicar que um domínio tal como um endereço, refere-se a um local onde existe algo. Seja um terreno; complexo turístico; fábrica; escritório; estádio de futebol; etc,…vai lá estar alguma coisa. Neste contexto, pode-se dizer que o terreno é o seu serviço de hosting e as fábricas; escritórios; etc são os sites.

Mas ao contrário do mundo físico onde tudo começa com um terreno, no mundo virtual da internet tudo começa com uma morada, dentro de uma extensão, única e extremamente valiosa.