Vendas Lusofonas 15-11-2012

Mais uma semana passou! O aftermarket lusófono de dominios esteve saudável e viu-se algumas empresas a entrar na compra de dominios relacionados com os seus nomes. A venda mais alta tem uma palavra portuguesa mas a compra foi feita para criar um portal sobre uma zona da Califórnia de seu nome Salinas(.com). Este dominio teve uma venda no valor de $60,000 e caso algo falhe, tem sempre mercado.

Noutras vendas, temos a empresa Rebouças & Cia Ltda, distribuidora de bebidas no Brasil, a reclamar para si o dominio Reboucas.com por $2,200. Foi uma compra muito bem feita e aparentemente a empresa vendedora foi a DomainNameSales.com.

Continuando nas empresas brasileiras e na DomainNameSales.com, eis que FreiCaneca.com entra em cena para ser vendido por $2,000. A empresa Shopping Frei Caneca Mat. Const ltda foi a feliz compradora, mas isto faz pensar no padrão. A média de preço de venda está nos $2000? É este o número mágico que faz com que os CEO’s não resistam a um .com?

Não tenha medo, são apenas dores dos tempos actuais. Mas quer mais um exemplo?

A empresa brasileira Soluti, especializada em certificação digital, adquiriu o dominio certificadodigital.com por uns meros $2,526 a um senhor de Espanha. Esta é, para mim, a compra da semana. Muito barato para aquilo que representa no mercado digital, já para não falar na própria vida da empresa. Mas aproveito para sugerir à Soluti que desenvolva o dominio em vez de ter um simples forward!

O único ccTLD a entrar nas contas da DN Journal foi o dominio e-Jogos.com.br, cujo preço de venda foi de $2,600. Eu que estava a apreciar o andamento positivo dos ccTLDs…espero que na próxima semana seja mais apelativo!

Estas foram as vendas públicas desta semana:

Salinas.com – $60,000
certificadodigital.com – $2,526
trema.com – $2,000
FreiCaneca.com – $2,000
Reboucas.com – $2,200
e-Jogos.com.br – $2,600
seguro.org – $1,000
Rotulos.net – $2,667

Um facto curioso, o dominio Megane.com foi vendido por $2,051 e o whois ainda não está alterado, mas fico a pensar se o comprador não seria a Renault…

É complicado afirmar, até porque o dominio não tem nenhum site e os dados actuais do whois são de um senhor com morada nos EUA e email no Japão…

Boas vendas!

Os nossos leitores também viram:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *